ADS 468x60

sexta-feira, 23 de março de 2012

ZÉJÚLIO, O PREFEITO GAY


Desde menino, José Júlio já cantava no coral da igreja. Aos doze anos já era coroinha e aos dezoito anos chegou ao posto de sacristão abençoado pelo velho e bondoso padre Zoel e para alegria e orgulho de dona Santinha, genitora de José Júlio.
José para uns e Julinho para outros, o tempo foi passando e até o consenso popular que emplacou Zéjúlio para o ativo e saltitante filho da dona Santinha que a todo momento agradecia à virgem Maria pelo filho querido.
Seo Juca, o pai, homem sisudo, cabra macho do Vale do Jequitinhonha, olhar desconfiado, queria mesmo era um Zéjúlio domador de burro e jegue bravo por aquelas bandas. Queria mesmo era ver Zéjúlio enfiando as esporas nas bundas da bicharada. Mas, que nada, o menino não tinha dom, o menino gritava por dona Santinha ao menor sinal do jegue em dar um coice.
Seo Juca, cabra valente não desanimava. Ia á cidade de Teófilo Otoni e trazia presentes. Um laço de couro legítimo e um par de esporas prateadas. Que nada de novo, Zéjúlio preferia um par de sapatilhas na cor veludo e um xale bordado com dois pombinhos que dona Santinha passou anos preparando, não se sabe para quem.
Alheio a dúvidas e comentários, Zéjúlio se destacava na pacata Vila dos veados, nome oriundo em consequência da grande quantidade da espécie e preservada por ali graças á intervenção do Zéjúlio. Seo Juca tinha pavor do nome. Já dona Santinha adorava e até incentivava o filho que para não desagradar a pai e mãe, continuava em cima do muro ou escondido no armário.
Como tudo passa, o tempo passou. A Vila dos Veados emancipou-se administrativamente do município de Teófilo Otoni e passou a ser Arco-Iris do Nordeste de Minas. Para não esquecer o passado, alguns moradores, incluindo Zéjúlio, mandaram erguer em praça pública uma estátua de um veado em homenagem ao símbolo do lugar.
Atualmente, a prefeitura ficou mais alegre. Os jardins e praças são mais cuidados, as escolas municipais em bom estado de conservação, a merenda escolar é farta, os professores recebem um ótimo salário, o transporte escolar é de primeira qualidade, os funcionários públicos recebem rigorosamente em dia. Já tem gente dizendo que Arco-Íris do Nordeste de Minas já está sendo chamada de "cidade coração".
No seu gabinete e ao lado de vários assessores alegres, trabalhadores e saltitantes, o prefeito alheio a dúvidas e comentários e calçando uma sapatilha cor de veludo, recebe dona santinha que nunca esqueceu de abençoar o filho: O prefeito Zéjúlio!!!


Autor:Walter Teófilo Rocha Garrocho(Téo Garrocho)- Texto em Homenagem ao meu saudoso amigo Tristão Dutra, amigo Homossexual dos anos setenta em Teófilo Otoni-MG- Barbacena, 23/03/2012.

1 comentários:

ila fox disse...

Meu nome é Ila, sou ilustradora e autora do blog www.ilafox.com

Vi que utilizou uma das imagens do meu blog sem minha autorização (esta do casal gay)... É uma ilustração sob encomenda feita para um casal de clientes. Por isso estou pedindo que faça a retirada imediata da imagem.

Qualquer dúvida pode me mandar um e-mail: ilafox@gmail.com
Mais dúvidas leia meu quadro de avisos - http://www.ilafox.com/2010/12/um-aviso-legal.html

Agradeço sua compreensão e ação imediata.

Postar um comentário